Como aplicar na bolsa de valores

Aplicar na bolsa de valores exige responsabilidade, mas pode ser bem divertido e interessante para quem gosta de negociar dinheiro.

Nos mundo, a bolsa de valores é quase sempre a maior e melhor forma das pessoas rentabilizarem o patrimônio e compreender bem como aplicar na bolsa de valores vai colaborar bem para você alcançar os seus objetivos financeiros.

No Brasil, entretanto, a cultura de investimento em bolsa de valores ainda está engatinhando e um dos principais motivos para isso acontecer é o fato de que as pessoas não sabem como investir na bolsa de valores com pouco dinheiro.

Abaixo os principais pontos que farão com que você consiga investir e ganhar dinheiro no mercado de ações mesmo que ainda não tenha muito dinheiro guardado para investir. Aprender como aplicar na bolsa de valores vai fazer você ganhar tempo e dinheiro!

Como aplicar na bolsa de valores
Aprenda como aplicar na bolsa de valores

Dicas de como aplicar na bolsa de valores

Algumas dicas para investir e ajudar como aplicar na bolsa de valores para evitar perdas:

Seja Disciplinado todos os dias

A Disciplina deve fazer parte da rotina do investidor. O mercado só “premia” quem se dedica em seguir um método setup: a condição operacional lhe dará maior chance de terminar os dias no lucro, assim você passa a ganhar mais e perder menos. O trader que opera consciente e tem objetivos claros tende a ter resultados bons no longo prazo.

Trabalhe, Desenvolva e seja Fiel ao Setup

O Operador que também é chamado de investidor deve ter em mente o que vai fazer no mercado, estudar o gráfico e os fundamentos das empresas em que vai investir e como aplicar na bolsa de valores. O conhecimento deve compor a base de sua estratégia financeira, e os operadores que não o detiverem darão de cara com a porta de saída do mercado.

Operar no mercado financeiro é como um trabalho, uma profissão. Embora muitos queiram fazer fortuna do dia pra noite, na Bolsa de Valores não é um jogo tal qual aqueles que você encontra em Las Vegas, com apostas às cegas e infinitas probabilidades.

Conquiste os suas Posições

Mesmo que você tenha dinheiro e que ele permita operar grande, fazê-lo sem Stop é um erro mortal! A diferença entre operar e ter dinheiro é tão grande que os que ousam confundi-los morrem no meio do caminho. O que praticamos nas salas do Trade ao Vivo é instruir os operadores iniciantes a operar pequeno para aos poucos, ir galgando operações maiores.

Não ache nada, siga o gráfico

Muito operador perde dinheiro no mercado financeiro por seguir a intuição ou tentar prever o futuro. Achar ou não achar não vai mudar a opinião do cenário econômico: o fato de eu acreditar que a Petr4 (Petrobras) vai subir ou cair, para ele não faz diferença. Se o Operador decidir especular e agir baseado somente em seu feeling fatalmente irá falir e perder o dinheiro. Por isso é importante saber como aplicar na bolsa de valores de forma correta.

Busque objetivo anual no dia-a-dia

A última dica, porém não menos importante: o grande segredo do mercado está em obter resultados positivos todos os dias, mesmo que pequenos.

Há quem queira ganhar 12.000 pontos de índice por ano, se esse for o seu caso aprenda a conquistar 50 pontos por dia. Dessa forma, será mais fácil se manter equilibrado emocionalmente para atingir o objetivo maior. Isso é um primeiro passo para saber como aplicar na bolsa de valores corretamente.

Como investir em ações?

Como aplicar na bolsa de valores e negociar ações não é tão fácil e requer compreensão do mercado.

As ações são negociadas nas Bolsas de Valores. No Brasil, a compra e venda de ações acontece na Bolsa de Valores de São Paulo, conhecida como a Bovespa.

Essas negociações são feitas por meio das corretoras habilitas pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

A lista das corretoras credenciadas pode ser encontrada nos sites da CVM e da Bolsa de Valores de São Paulo Bovespa, no item Corretoras.

Para começar a comprar e vender ações, é necessário fazer um cadastro na corretora informando o nome, profissão, endereço e entregando cópias de RG, CPF e comprovante de residência.

Após isso, a corretora abre uma conta desse investidor na Bolsa. Cada instituição determina qual a quantia mínima para a abertura da conta.

Como investir na bolsa de valores com pouco dinheiro

Como aplicar na bolsa de valores com pouco dinheiro é a pergunta que todo iniciante na bolsa de valores se faz porque geralmente todo iniciante ou tem pouco dinheiro ou não se sente à vontade para colocar ainda um montante maior no mercado de renda variável.

Não existe um valor mínimo exigido para investir na bolsa de valores. Isso varia em função do preço das ações que se deseja comprar e até mesmo da Corretora que você escolher.

Na prática, investir tão pouco na bolsa de valores não vai adiantar muito, mas vai mudar sua visão sobre como investir dinheiro em algum lugar. Se você fizer muitas movimentações facilmente as taxas de corretagem e demais taxas comerão qualquer lucro que você possa vir a ter.

Um valor muito pequeno não chega a ser um investimento de fato, mas um investimento em educação para errar e aprender. A partir do momento que você tem um valor presente na bolsa de valores, passa a enxergá-la de um outro modo, com muito mais interesse e experiência.

Considere esse pouco dinheiro como uma semente de algo muito maior que possa vir no futuro. Isso é pensar de forma certa para começar bem e saber como aplicar na bolsa de valores no início.

As ações na bolsa de valores podem ser compradas de três maneiras

Um dos três métodos é o começo para ganhar experiencia como aplicar na bolsa de valores:

1) Fundos de Investimento: um fundo funciona como um condomínio. Cada um dos seus investidores possui uma cota, que corresponde a uma porção do total de ações que o fundo tem.

Cada fundo tem seu próprio estatuto, que informa suas regras e o grau de risco de seus investimentos.

Todo fundo precisa ter um gestor certificado pela CVM, que coordena as compras e vendas de ações.

Assim, quando uma pessoa adere a um fundo, deve estar de acordo com sua política de investimento, especificada em seu estatuto.

2) Como aplicar na bolsa de valores com Clubes de Investimento: os clubes têm um caráter menos formal que um fundo.

Um grupo de amigos ou familiares pode formar um clube, que pode ser aberto com no mínimo três pessoas e chegar até um limite de 150.

Diferentemente dos fundos, não precisam de um gestor certificado pela CVM, mas um representante que dê à corretora a ordem de compra ou venda de ações.

Nesse caso, há maior liberdade por parte das pessoas que compõem o clube sobre quanto e onde será investido.

3) Individualmente: nessa situação, a pessoa controla as ordens de compra e venda de suas ações.

Para escolher quais ações comprar, pode contar com os consultores da corretora, que irão tirar dúvidas e ajudar a identificar quais são os bons investimentos para aquele momento.

O investidor pode acompanhar sua conta, ter acesso aos custos de operação e comprar e vender ações pela Internet (com exceção dos fundos, onde quem compra e vende é o gestor).

O nome desse serviço é Home Broker e pode ser acessado pelo site de uma corretora que oferece este sistema. A lista dessas corretoras pode ser encontrada no site da Bovespa.

As ordens de compra e venda também podem ser dadas pelo investidor por telefone. Ou seja, o investidor liga para sua corretora e informa o que deseja fazer.

Sempre que se compram ou vendem ações, há um período de três dias úteis para que o dinheiro saia ou entre na conta que o investidor possui.

No caso dos fundos ou clubes, cada um tem um regulamento próprio que indica em quanto tempo o dinheiro poderá ser retirado após uma ordem ser efetuada.

Taxas da bolsa de valores

Ao estudar como aplicar na bolsa de valores, é muito importante conhecer as taxas abaixo.

Taxa de operação – é cobrada cada vez em que é emitida uma ordem de compra ou venda.
Taxa de custódia – cobrada todomês pela guarda das ações (a corretora pode escolher não cobra-lá nos meses em que o investidor comprou ou vendeu ações).
Taxa de corretagem – paga quando a ordem de compra e venda é feita através do telefone. É calculada em relação ao valor da operação.
Taxa de emolumentos – paga à bolsa como a Bovespa e calculada em relação ao valor que envolve a compra ou venda de ações.
Taxa de administração – cobrada nos fundos e clubes, e é calculada todo ano em relação ao valor aplicado no fundo e cobrada proporcionalmente ao período em que o investidor manteve operações. Se o investidor decidir retirar o dinheiro em seis meses ele pagará uma taxa proporcional ao período.
Taxa de performance – cobrada quando o fundo supera a rentabilidade esperada.

Com exceção da taxa de emolumentos, cobrada pela Bovespa, o valor das outras taxas varia de acordo com a corretora. Por isso, antes de escolher uma corretora, é importante pesquisar.

Qual o valor mínimo para investir em ações na bolsa de valores?

Na hora de investir e após compreender como aplicar na bolsa de valores, não se preocupe com a quantidade de dinheiro!

Não há valores mínimos para investir em ações, eles variam de acordo com a corretora e o preço das ações que serão compradas. Para quem investe valores pequenos, como R$ 1.000, optar por um fundo ou clube pode ser uma maneira de aumentar o total investido.

Porém, quando a quantidade de ações compradas por meio de um fundo for a mesma que a pessoa pode comprar investindo sozinha, torna-se vantajoso comprar diretamente. A vantagem de investir individualmente é que neste caso não se paga a taxa de administração.

Riscos da bolsa de valores

Entender como aplicar na bolsa de valores pode evitar muitos prejuízos.

A compra de ações é considerada um investimento de alto risco. Por causa das variações nos preços das ações, não há garantia de retorno do que foi investido.

Essas altas e baixas podem acontecer, por exemplo, devido a alterações no setor de atuação da empresa. Esse é o chamado risco de mercado.

O que também pode acontecer é o risco de liquidez. O problema aí é não conseguir vender uma ação que tenha sido comprada. Por isso, o ideal é não investir em ações valores que sejam necessários em curto prazo.

Compreender como aplicar na bolsa de valores pode evitar riscos e fazer com que você tenha um bom retorno.